5 dicas de livros para ler nas férias | Eu Faço EAD

5 dicas de livros para você ler nas férias

Graduação 28.12.20

5 dicas de livros para você ler nas férias

Renda-se à possibilidade de adquirir uma cultura com riqueza de informações que deixará seu repertório e bagagem cultural ainda maiores.

Ler descansado e sem preocupação é algo que pode ser muito prazeroso, e o período de férias acaba se tornando o cenário perfeito para isso. Se esse momento de lazer puder ser aproveitado para ampliar seus conhecimentos e habilidades de escrita, fica ainda melhor. Os livros clássicos da literatura podem contribuir, e muito, na vida pessoal do estudante e na formação acadêmica. Isso porque potencializa o olhar crítico para fatos históricos, traz uma representação da realidade por um ângulo diferente e porque são estes livros que já inspiraram e ainda inspiram muitas obras de sucesso que lemos por aí. 

Renda-se à possibilidade de adquirir uma cultura com riqueza de informações que deixará seu repertório e bagagem cultural ainda maiores. Confira cinco dicas de livros para universitários lerem nas férias:

1984, de George Orwell

O romance “1984”, do jornalista e escritor George Orwell, é um dos clássicos mais conhecidos. Publicado em 1949, o livro aborda uma visão futurista sobre os abusos e manipulações de um governo que estimula seu povo a abandonar o pensamento crítico, o individualismo e os sentimentos. Uma leitura densa e crítica em relação aos fatos.    

Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago

O livro Ensaio sobre a Cegueira, publicado em 1995, é o mais conhecido do autor português José Saramago. O romance faz com que voltemos o olhar para nós mesmos para uma compreensão mais humana do mundo à nossa volta. Utilizando uma linguagem fascinante, cheia de alegorias e complexidade, o autor aborda os limites a que o ser humano pode chegar. A história se passa em uma cidade que entra em colapso por causa de uma epidemia que provoca cegueira, abalando a vida das pessoas e as estruturas sociais. 

O Cortiço, de Aluísio de Azevedo

Classificado como um romance naturalista, um gênero literário que aborda as mazelas da nossa sociedade, como a miséria, os crimes, o adultério, entre outros, o livro O Cortiço foi publicado em 1890. O autor narra a história dos moradores do Cortiço São Romão, no Rio de Janeiro, que são explorados pelo inescrupuloso proprietário do local, o português João Romão. Azevedo apresenta um enredo com personagens complexos e envolventes retratando a história do Brasil no final do século XIX.   

Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa 

Uma das obras mais importantes da literatura brasileira, Grande Sertão Veredas foi publicada em 1956 e é considerada um romance experimental modernista. O livro premiado segue um enredo não-linear que consiste em um longo diálogo/monólogo cheio de  neologismo, arcaísmo e brasileirismo. O protagonista, um velho jagunço chamado Riobaldo, conta sua história a um jovem doutor que acabara de chegar em suas terras. 

A Hora da Estrela, de Clarice Lispector

Publicado em 1977, este romance literário narra a história de Macabéa, uma datilógrafa alagoana que migra para o Rio de Janeiro. Sua história é narrada por um escritor fictício chamado Rodrigo S.M., que narra os acontecimentos, os sentimentos da personagem e também os seus. 

Aproveite as férias para colocar a literatura em dia e enriquecer ainda mais o seu conhecimento! 

Por

eu faço EAD


Estude em casa com aulas virtuais e tutor exclusivo. Ead para cursos de graduação e cursos de pós-graduação. Matricule-se já.